09/01/18

Opinião: "O Fruto Proibido" de Jodi Ellen Malpas

"O que fazer quando não conseguimos controlar os nossos sentimentos por alguém?
Quando sabemos que não devemos ir por aí? Nem na nossa cabeça?

Annie nunca tinha sentido com nenhum homem essa espécie de química instantânea que nos corta a respiração e ofusca. Até que, numa noite de festa com os amigos, a põe cara a cara com o sexy e misterioso Jack.

Não é uma simples faísca que salta entre os dois. É uma explosão. Jack promete dominar Annie, e cumpre a promessa. Perturbada pela intensidade do encontro, Annie foge do quarto de hotel onde passaram a noite juntos. Tem a certeza de que um homem que teve um tão forte impacto nela e a vergou tão facilmente à sua vontade só pode ser perigoso. Mas já está demasiado envolvida.

E Jack não é só perigoso. É proibido."

Wook.pt - O Fruto Proibido
Boa tarde, leitores!!

O livro de que vos venho hoje falar é uma das novidades da Editorial Planeta para janeiro: O Fruto Proibido de Jodi Ellen Malpas, uma autora já conhecida do público português.

Tal como a autora avisa logo ao início, este livro aborda, sem dúvida, um tema controverso. Mas penso que o que se passa neste livro é algo que pode acontecer a qualquer um: apaixonar-mo-nos por alguém que pode ser a pessoa certa para nós mas no momento errado.

Na minha opinião, a autora conseguiu criar personagem muito realistas. Quer as reações e atitudes de Annie quer as de Jack são aquelas que esperávamos de duas pessoas nesta situação e os próprios amigos de Annie têm um comportamento que, decerto, seria aquele que qualquer um de nós teria ao princípio quando confrontados com uma situação como esta com um amigo nosso. Apenas a mulher de Jack, Stephanie, me pareceu um pouco histérica demais, mas suponho que fosse necessário para o desfecho do livro.

Para além disso, a escrita é bastante fluída, com capítulos relativamente curtos, e rapidamente nos vemos obcecados com esta história para saber qual será o desfecho destas duas personagens!

Também queria realçar que, apesar de estar cotado como pertencente ao género literatura erótica (pelo menos na wook), este livro é mais um romance do que um livro erótico, facto que me agradou bastante. Apesar de ter à mesma alguma cenas de sexo, este livro foca-se mais na relação entre Jack e Annie do que propriamente noutra coisa.

Assim, não posso deixar de recomendar vivamente este livro aos fãs do género, que, sem dúvida, o vão devorar!

Classificação: 4,5/5

Uma leitura com apoio da
500_9789892336435_confia_em_mim

03/01/18

Opinião: "Uma Vida Muito Boa" de J. K. Rowling

"Em 2008, J.K. Rowling proferiu um discurso profundamente marcante na Universidade de Harvard perante uma audiência de jovens recém-formados. Uma Vida Muito Boa, agora publicado pela primeira vez em língua portuguesa, contém palavras sábias de J.K. Rowling, proporcionando orientações a todos os leitores que se encontrem num momento de viragem decisivo das suas vidas, colocando questões profundas e estimulantes: como aceitar o fracasso? Como podemos usar a nossa imaginação em benefício não só de nós próprios mas também dos outros?

Partindo das suas vivências enquanto jovem recém-formada, a mundialmente famosa escritora trata neste pequeno livro de algumas das questões mais importantes da vida com inteligência e força emocional. Abordando temas como o fracasso, as adversidades, a imaginação e a inspiração, este livro permanece tão relevante hoje como da primeira vez que J.K. Rowling proferiu estas palavras, há 9 anos.

A Presidente da Universidade de Harvard, Drew Gilpin Faust, afirmou: «O percurso de J.K. Rowling constitui um poderoso exemplo. O discurso que a autora de Harry Potter proferiu constitui uma dádiva extraordinária para todos nós que tivemos o privilégio de a ouvir e agora de a ler.»
J.K. Rowling doará as receitas provenientes das vendas deste livro à Lumos Foundation, instituição de solidariedade a que preside."




Boa tarde, livrólicos!!

Primeiro que tudo queria pedir-vos desculpa por andar ausente do blogue nestas últimas semanas. Apesar de ter estado de férias, acabei por ver mais filmes e ler menos livros do que planeara e, tenho de admitir, que também tive pouca vontade e imaginação para posts para o blogue.

De qualquer modo, hoje venho trazer-vos a opinião de um livro que li nas férias e que é também uma novidade da Editorial PresençaUma Vida Muito Boa de J. K. Rowling

Para ser honesta, eu li este livro todo no dia em que chegou cá a casa em pouco mais de meia hora. Afinal, o livro tem cerca de 70 páginas (e muitas com fantásticas ilustrações) e foi escrito por J. K. Rowling. Isto diz tudo, não é verdade?

Quando comecei Uma Vida Muito Boa tive um certo receio de que fosse um livro de auto-ajuda, género de que não sou fã, mas a verdade é que acabei por me surpreender com este diálogo proferido pela autora em Harvard em 2008!

A forma como a autora fala da sua vida, especialmente dos seus fracassos, e consegue transformá-los em lições de vida é verdadeiramente maravilhosa e ninguém deve perder esta oportunidade de conhecer melhor a vida de J. K. Rowling e de aproveitar para aprender mais sobre a importância do fracasso e da imaginação para alcançarmos aquilo que desejamos!

Classificação: 5/5

Uma leitura com apoio da
presença

Para mais informações sobre o livro Uma Vida Muito Boa, clica aqui!

14/12/17

Opinião: "A Coroa" de Kiera Cass


"Este é o volume final da saga A Seleção, que apaixonou milhares de leitores por todo o mundo! Em A Herdeira, o universo de A Seleção entrou numa nova era. Vinte anos se passaram desde que America Singer e o príncipe Maxon se apaixonaram, e a filha do casal é a primeira a passar pela sua própria seleção. Eadlyn não acreditava que encontraria um companheiro entre os trinta e cinco pretendentes do concurso, muito menos o amor verdadeiro. Mas às vezes o coração tem uma maneira estranha de surpreender-nos... E agora Eadlyn precisa fazer uma escolha muito mais difícil - e importante - do que esperava."


Boa tarde, leitores!

Tal como vos tinha prometido, esta semana vai ser recheada de opiniões, e hoje já vos trago mais uma. Desta vez, venho aqui falar-vos sobre um livro que há muito aguardava: A Coroa de Kiera Cass.

Com certeza que muitos de vocês já ouviram falar da trilogia A Seleção, certo? Bem, A Coroa é o segundo e último livro da duologia que se segue a A Seleção, onde temos presente pela primeira vez uma seleção para uma princesa, Eadlyn, a filha de America e Maxon.

Apesar de ter gostado muito mais de ler a trilogia A Seleção, estes dois últimos livros são também uma agradável leitura, especialmente pelo facto de a escrita da autora ser muitíssimo fácil e fluida.

Um aspeto negativo de ter estado mais de um ano à espera deste livro foi o facto de ter esquecido quem era quem, em relação aos selecionados, e até mesmo quem eram aqueles que apoiava. No entanto, rapidamente entrei na história e me relembrei quem eram os meus pretendentes favoritos!

Tenho de admitir que não me senti muito interessada no pretendente com que Eadlyn acabou por se casar, apesar de ao longo de toda a narrativa o leitor, bem como Eadlyn", ser "empurrado" nesse sentido. Acabei, sim, por gostar de ver uma Eadlyn mais humana, em vez da pirralha mimada e egoísta que aparecia em A Herdeira.

Também gostei de ver um pouco mais de romance neste livro do que no anterior, mas gostaria de ter lido mais sobre o casamento de Eadlyn

Classificação: 4/5

Uma leitura com apoio da


Para mais informações sobre o livro A Coroa, clica aqui!

13/12/17

Opinião: "O Sol Também É Uma Estrela" de Nicola Yoon


"A história de uma rapariga, um rapaz e o universo. 

Natasha: Sou uma rapariga que acredita na ciência e nos factos. Não acredito no destino. Ou nos sonhos que nunca se concretizam. Não sou de todo aquele tipo de rapariga que encontra um rapaz simpático numa rua nova-iorquina cheia de gente e se apaixona por ele. Não quando a minha família está a doze horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não será a minha história. 

Daniel: Sou o bom filho, o bom estudante, correspondendo sempre às elevadas expectativas dos meus pais. Nunca fui o poeta. Ou o sonhador. Mas quando a vejo, esqueço tudo isso. Algo em Natasha faz-me pensar que o destino nos reserva, a ambos, alguma coisa muito mais extraordinária. 

O universo: Cada momento das nossas vidas conduziu-nos a este momento único. Há um milhão de futuros perante nós. Qual deles se tornará realidade?"




Bom dia, livrólicos!!

Hoje venho trazer-vos a opinião de um dos melhores livros que li nos últimos tempos: O Sol Também É Uma Estrela de Nicola Yoon, publicado recentemente pela Editorial Presença

Decerto muitos de vós já estão familiarizados com esta autora: afinal de contas, o primeiro livro da autora, Tudo, Tudo... E Nós também já foi publicado por cá e, para além disso, todos os livros da autora têm recebido excelentes críticas onde quer que sejam publicados. E O Sol Também É Uma Estrela  não é exceção! Por isso, se até agora ainda não tinha ouvido falar desta autora, anotem o seu nome!

Provavelmente, esta foi a primeira vez que li um livro assim: um livro cuja ação se passasse apenas num dia. E se acham que isto torna toda a ação demasiado rápida ou demasiado secante... esqueçam! O que Nicola Yoon conseguiu fazer com este livro é uma verdadeira obra-prima!

Tudo bem que este livro não é para todos: os mais céticos não vão "comprar" toda esta história de amor à primeira vista e também há quem não goste de histórias fofas (e fofo é o adjetivo que melhor descreve este livro).


Mas se não se enquadram em nenhum dos grupos acima descritos, então deviam dar uma oportunidade a este livro!


O que eu mais gostei neste livro foi a maneira como a autora conseguiu inserir na história coisas que à primeira vista não têm nada a ver com uma história de amor (como química, quântica ou a evolução). Também gostei bastante de ter uma perspetiva de praticamente todas as personagens com quem Natasha e Daniel se cruzaram ao longo do dia e de como a vida dessas personagens influenciou o que se passou com as duas personagens principais. 


Para além disso, o facto de os capítulos serem curtíssimos também ajuda bastante a que esta seja uma leitura rápida e fluída!

Classificação: 5/5

Uma leitura com apoio da
presença

Para mais informações sobre o livro O Sol Também É Uma Estrela, clica aqui!